OK
Ir para a Home
Sicredi Pioneira RS
Conheça o Sicredi
História

HISTÓRIA

História

O pioneirismo do padre suíço Theodor Amstad, principal incentivador para que a comunidade criasse a Sicredi Pioneira RS, tornou possível a cooperativa ocupar hoje um lugar de destaque no cenário nacional. A história de sucesso e o grande estágio de desenvolvimento e solidez ao longo dos seus 113 anos fizeram com que a Pioneira se tornasse uma instituição financeira com credibilidade, sempre preocupada em manter os seus principais ideais desde os primórdios da sua existência: as pessoas como centro do negócio e o desenvolvimento regional.

 Acesse o Memorial Sicredi: http://memoria.sicredi.com.br

 

LINHA DO TEMPO SICREDI PIONEIRA RS

1885

O Padre Theodor Amstad chega ao Brasil. Nascido em 1851, em Beckenried, na Suíça, veio para atender as colônias alemãs do Rio Grande do Sul. Depois de breve permanência em Porto Alegre, onde dedicou-se com afinco ao estudo do idioma português, foi encaminhado para São Leopoldo e depois, para o município de São Sebastião do Caí. Jovem, Amstad era destinado, pelos padres mais idosos, para o atendimento às capelas do interior e, especialmente, à assistência a pessoas doentes, que precisavam ser visitadas em casa. Em suas andanças, presenciava a precariedade social e econômica enfrentada por tais comunidades. Na época, sendo conhecedor do sistema cooperativo implantado por Friedrich Wilhelm Raiffeisen, na Alemanha, apresentou o cooperativismo como solução para os problemas enfrentados pelos imigrantes.

1900

O Padre Amstad reuniu 5 mil pessoas na localidade de Feliz (hoje Alto Feliz) e realizou a fundação do Bauernverein, primeira associação de agricultores do Brasil. Eis que germinaram as sementes plantadas pelo padre para a criação da cooperativa.

1902

A partir da motivação do Padre Theodor Amstad e de 19 lideranças da comunidade, foi constituída a Caixa de Economias e Empréstimos Amstad, primeira cooperativa de crédito da América Latina, em Linha Imperial, Nova Petrópolis (atual Sicredi Pioneira RS), inspirada no modelo alemão de cooperativismo “Raiffeisen”.
Após três reuniões, finalmente acontece a assembleia de constituição, realizada no dia 28 de dezembro, no antigo salão de Nikolaus Kehl, e elegeu Anton Maria Feix como primeiro presidente.
A primeira sede social da cooperativa funcionou na residência do então gerente, Sr. Josef Neumann Sênior de 1903 a 1933.
 
Leia a transcrição da ata de fundação na íntegra

1917

Mudança do nome Caixa de Economias e Empréstimos Amstad de Nova Petrópolis para Caixa Auxiliar do Sindicato Agrícola de Nova Petrópolis.

1922

Ocorre mais uma mudança no nome da cooperativa: Caixa Auxiliar Sistema Raiffeisen de Nova Petrópolis.

1929

A Cooperativa muda de nome para Cooperativa de Crédito Rural de Nova Petrópolis Sistema Raiffeisen de Responsabilidade Social.
O Sr. Carlos Feix é eleito como segundo presidente da cooperativa. Sua gestão vai até 1960.
 

1933

A Cooperativa transfere sua sede, na própria Linha Imperial, para a casa do segundo gerente, Sr. Josef Neumann Filho, onde ficou até 1953.

1938

Falece o Padre Theodor Amstad, tendo coordenado a criação de 38 cooperativas no estado. Amstad também auxiliou na fundação de sindicatos agrícolas, hospitais, asilos, escolas, revistas, paróquias e colônias novas, como a de Cerro Largo e Santo Cristo.

1942

40 anos da cooperativa: inaugurada a praça em homenagem ao Padre Amstad em Linha Imperial. A praça foi construída através da união de esforços da comunidade local. Nela está o monumento ao padre, com placas em sua homenagem.

1952

50 anos da cooperativa: lançamento da pedra angular da primeira sede própria.

 

Lino Grings, primeiro prefeito de Nova Petrópolis, realiza discurso ao Jubileu de Ouro da Caixa Rural. Clique aqui e confira.

1953

Primeira sede própria da cooperativa é inaugurada, em Linha Imperial, o funcionamento nesta sede vai até 1967.

1958

A Cooperativa aluga uma pequena sala para atendimento, junto à antiga rodoviária, no centro de Nova Petrópolis, que logo toma boas proporções de movimento financeiro.

1960

O Sr. José Wolmeister é eleito como terceiro presidente da cooperativa. Sua gestão vai até 1974.

1964

A Reforma do Sistema Financeiro Nacional (lei 4595/64) restringiu a ação das cooperativas. A Sicredi Pioneira RS resiste à crise!

1967

Transferência da sede de Linha Imperial para o centro de Nova Petrópolis. A mudança de sede ocorreu devido a restrições legais que impediam que cooperativas de crédito mantivessem filiais, sendo que, em Assembleia Geral, decidiu-se pelo encerramento das atividades na Linha Imperial e transferência da sede para o local de onde eram a maior parte dos associados e maior movimentação de recursos. Trata-se da quarta sede, construída com recursos da venda através de leilão, da antiga sede de Linha Imperial. A cooperativa funcionou nesta sede até 1977.

1974

Édio Spier é eleito quarto presidente da cooperativa. Sua gestão foi a maior da história, até 2010, totalizando 36 anos.

1977

75 anos da cooperativa: mudança para a quinta sede, onde funciona atualmente a Superintendência Regional e Unidade de Atendimento de Nova Petrópolis.
Inauguração da pedra simbólica do cooperativismo, em Linha Imperial, simbolizando um dos ditos mais famosos de Amstad: “Pois se uma grande pedra se atravessa no caminho e 20 pessoas querem passar, não o conseguirão se uma por uma a procuram remover individualmente. Mas se as 20 pessoas se unem e fazem força ao mesmo tempo, sob a orientação de uma delas, conseguirão solidariamente afastar a pedra e abrir o caminho para todos.”
 

1989

Apesar de não haver autorização legal do BACEN para fazê-lo, a cooperativa abre sua primeira unidade de atendimento, sendo o município de Santa Maria do Herval escolhido para tal. Nos anos seguintes várias outras unidades são inauguradas, principalmente em municípios pequenos localizados na Serra e Vale do Caí.

1992

Em assembleia ordinária, as cooperativas do RS, que já estavam reunidas em uma cooperativa central, a Cocecrer, desde 1980, decidem atuar através de uma marca única, surgindo o nome Sicredi (Sistema de Crédito Cooperativo). A cooperativa sediada em Nova Petrópolis passa a chamar-se Sicredi Nova Petrópolis.

1994

Processo de informatização da cooperativa chega ao alcance dos associados.

1996

A cooperativa inaugura sua 10ª unidade de atendimento na cidade de Feliz.

1999

Ao iniciar sua expansão no mercado urbano, marcado pela inauguração de unidades de atendimento no centro de Caxias do Sul, de Novo Hamburgo e em Estância Velha, a cooperativa passa a ser chamada de Sicredi Pioneira.

2000

Implantado o Programa de Educação do Cooperativismo “A união faz a vida”.

2001

Logomarca do Sicredi é reformulada.

2002

Sicredi Pioneira RS comemora 100 anos de história com ano inteiro de festas e culminando com a inauguração do monumento ao cooperativismo denominado “Força Cooperativa”, que representa o conceito de cooperação. Segundo Ivano Barberini (em memória), então presidente da Aliança Cooperativa Internacional, foi o primeiro monumento ao cooperativismo no mundo.

2003

A cooperativa inaugura sua 20ª unidade de atendimento em Dois Irmãos.

2007

Imediatamente após a autorização do Banco Central do Brasil, os associados, reunidos em Assembleia Geral Extraordinária, aprovaram a transformação da cooperativa em livre admissão de associados, passando a chamar-se Sicredi Pioneira RS, com razão social de Cooperativa de Crédito de Livre Admissão de Associados Pioneira da Serra Gaúcha.
Reestruturação do Programa “A união faz a vida”, aproximando a Sicredi Pioneira RS da formação continuada dos professores de municípios da região.
 

2008

Pela primeira vez a Sicredi Pioneira RS incorpora uma unidade de atendimento, sendo a unidade da Unisinos, antes vinculada à Sicredi Porto Alegre.
A cooperativa comemora o atingimento do número de 50.000 associados
 

2009

Pela Primeira vez a Sicredi Pioneira RS une-se a outra cooperativa, a Sicredi Feevale.

2010

Nova Petrópolis, cidade sede da Sicredi Pioneira RS, é decretada capital nacional do cooperativismo (lei federal 12.205).
Com o falecimento do presidente Édio Spier, o conselheiro de administração Mario José Konzen é eleito entre os conselheiros de administração como presidente interino da cooperativa até a assembleia com os associados de 2011.
Nova Petrópolis torna-se cidade-irmã de Sunchales, capital do cooperativismo na Argentina.
Fundada a primeira cooperativa escolar da região, na escola Bom Pastor, de Nova Petrópolis. A Cooebompa surgiu inspirada no modelo de Sunchales. O projeto é apoiado pela Sicredi Pioneira RS.
Também neste ano ocorre a união das cooperativas Sicredi Pioneira RS e Sicredi Caxias do Sul RS. Após a união com a cooperativa Sicredi Caxias, a Pioneira atinge a marca de 30 unidades de atendimento.
A cooperativa comemora o atingimento de R$ 500 milhões em recursos administrados.
 

2011

Márcio Port é eleito em assembleia como sexto e mais jovem presidente da cooperativa, em 109 anos de existência.
A Sicredi Pioneira RS se alia a outras entidades de Nova Petrópolis e cria a Casa Cooperativa, que tem como objetivo valorizar o cooperativismo e associativismo, através de ações que desenvolvam a comunidade.
Cooperativa torna-se associada da Aliança Cooperativa Internacional (ACI), órgão máximo do cooperativismo no mundo.
 

2012

A Sicredi Pioneira RS comemora 110 anos de atividades ininterruptas.
O Mundo celebra o “Ano Internacional das Cooperativas”, declarado pela ONU.
Sicredi Pioneira RS readquire o prédio da primeira sede própria, que em 1967 foi vendido por leilão. Neste prédio, que carrega a história da cooperativa, atualmente funciona o museu Padre Amstad, com registros históricos, galeria de presidentes e objetos de época.
Constituída a primeira Federação de Cooperativas Escolares do país, a Fecoopes Pioneira, que representa as cooperativas escolares da região.
Implantada a Governança Cooperativa na Sicredi Pioneira RS com a criação da Diretoria Executiva, sendo indicado Solon Stapassola Stahl, como Diretor Executivo, e Eduardo Spier, como Diretor de Operações.
Nova Petrópolis é sede do 9º Congresso Brasileiro do Cooperativismo de Crédito (Concred), com a participação recorde de 1.200 participantes.
A cooperativa atinge R$ 1 bilhão em recursos administrados.
 

2013

A Sicredi Pioneira RS adota o voto eletrônico e secreto em suas assembleias, dando ainda mais transparência e credibilidade ao processo eleitoral e ao cooperativismo de crédito.

SICREDI FONE
SAC SICREDI
OUVIDORIA SICREDI
Capitais e regiões metropolitanas
3003 4770
Demais regiões
0800 724 4770
Informações, elogios e reclamações
0800 724 7220
Deficientes auditivos ou de fala
0800 724 0525
Ligue
0800 646 2519
Rua 7 de Setembro, 374 - Bairro Centro / Nova Petrópolis: Capital Nacional do Cooperativismo - RS / Brasil - 54 3281.8100 / 54 99963 8245