Blog Dicas

Como vai ficar a cobrança tarifária para quem tem painel solar?

     A crise hídrica já levou à criação de uma nova bandeira tarifária, que aumenta em R$ 14 a conta para cada 100 kWh consumidos. Sem muitas opções, o brasileiro tem que economizar energia para tentar salvar algum dinheiro no bolso. Mas, ao mesmo tempo em que o céu trouxe a má notícia da falta d’água, também proporciona a geração de energia solar, não consumindo recursos naturais na sua produção.

     A capacidade instalada de fontes de energia renovável, em especial a energia solar, cresceu mais de 240% nos últimos cinco anos, segundo dados da IRENA (Agência Internacional de Energia Renovável, na sigla em inglês). A instalação dos painéis exige, porém, um investimento inicial alto. Confira algumas dicas que podem te ajudar a tomar decisões acertadas:

*Projeto quer cobrar pelo uso de fios

Um projeto de lei aprovado na Câmara dos Deputados, e que está na fila para análise no Senado, estabelece a cobrança de tarifa de quem tem painel solar, porque esses consumidores utilizam a rede de fios das concessionárias. Hoje, as concessionárias cobram um valor que pode variar de 5% a 10% do total da conta para manutenção da infraestrutura convencional (postes, fios, ligações às casas, etc). Mas essa cobrança não inclui o uso dos fios. O especialista em energia elétrica, Nelson Koeke, explica que, quando uma pessoa produz energia, o que “sobra” não é perdido.

O valor do crédito pode chegar a R$ 0,80 por kWh gerado, dependendo do estado. Em alguns locais, há cobrança de ICMS (Imposto sobre Circulação de Mercadorias e Serviços), como no estado de São Paulo. O projeto aprovado pela Câmara prevê que os consumidores que instalarem painéis até 12 meses, depois de a lei entrar em vigor, poderão manter os benefícios fiscais até 2045.

*Quem tem painel solar não recebe conta de luz?

Não é bem assim. As concessionárias de energia elétrica trabalham com a tarifa mínima, que é um valor cobrado pela disponibilização da estrutura convencional. O projeto de lei que está em andamento prevê a regulamentação desse tipo de tarifa, obrigando todos que produzem energia a pagar pelo uso da rede. As concessionárias estimam que a redução na conta de quem gera energia em casa possa chegar a 95%.

Porém, há outro detalhe: muitas delas só cobram a conta quando o valor chega a um determinado patamar. Se o valor não é alcançado no mês, é somado com o do mês seguinte, e assim por diante. Na prática, pode ser que a pessoa fique um ou dois meses sem pagar a conta, mas ela terá que ser quitada em algum momento.

*Qual o custo médio de um painel solar?

Depende da capacidade de geração de energia do equipamento. Painéis que produzem mais, custam mais caro, até R$ 1.000 cada um. Mas é importante lembrar que o painel sozinho não adianta muita coisa. É necessário uma série de equipamentos e fios para que a energia possa ser usada. Um projeto para uma residência pode variar entre R$ 10 mil e R$ 20 mil, dependendo do tamanho da casa e do consumo de energia da família.

A ABSOLAR (Associação Brasileira de Energia Solar Fotovoltaica) estima que, hoje, a conta de luz de uma família de quatro pessoas em uma casa de 100 metros quadrados seja de aproximadamente R$ 300. Para que a família tenha energia suficiente, seriam necessários oito painéis solares de aproximadamente 2,1 metros de comprimento. O custo total, já incluindo mão de obra e todos os equipamentos, ficaria em torno de R$ 18 mil. A estimativa é que a economia na conta de luz possa chegar a 90%. Portanto, o valor pago poderia ser de R$ 20, contando créditos que seriam gerados para a concessionária.

*Vale a pena instalar um painel solar?

A opção pela energia solar faz sentido quando a conta de luz fica acima de R$ 200. As bandeiras tarifárias e o custo da produção de energia tradicional estão sobrecarregando o bolso do consumidor. Por isso, passa a valer a pena o painel solar até mesmo em casas menores.

*Em quanto tempo o investimento se paga?

Rodrigo Sauaia, presidente executivo da ABSOLAR, estima que, para uma casa, o valor do investimento seja recuperado em até cinco anos, sendo que a vida útil do painel pode chegar a 25 anos.

*Quanto custa a mão de obra para instalar um painel?

Segundo os especialistas, o valor da mão de obra varia dependendo de onde os painéis serão instalados — chão, coberturas, telhados. Porém, a média pode variar entre 20% a 30% do custo total.

*Prédios também podem instalar painéis solares?

Sim. É claro que a quantidade de painéis aumenta dependendo do número de apartamentos e do objetivo da energia. Pode ser para abastecer apenas chuveiros ou só para tomadas e lâmpadas, por exemplo.

 Colaboração: Absolar e Portal Uol

Compartilhe este post

assine nossa newsletter

Fique por dentro das novidades sobre energia solar

Dúvidas entre em contato

Entre em contato com a Sicredi Pioneira

Em caso de dúvidas, sugestões ou reclamações.

054 3281 8100 054 99963 8245 [email protected]